Editora Pulo do Gato

Clique no botăo abaixo para baixar nosso catálogo!


catálogo em pdf


Facebook Instagram YouTube
OS TRÊS RATOS DE CHANTILLY, NO BLOS ENTRE PALAVRAS
Por Januária Alves

Publicado em: Blog Entre Palavras - Maio de 2016

http://www.entrepalavras.com.br/?load=artigos&id=16&post=os-tr-s-ratos-de-chantilly

Eles são três ratos espertos, aventureiros como eles só. Três ratos cegos, mas que enxergam além, muito mais que as intenções e artimanhas dos que pensam serem inteligentes. Esse três ratos de Chantilly (que nada têm a ver com a cobertura de bolos deliciosos, é apenas uma cidade francesa), têm muitas lições a nos ensinar.

Mas não é só isso. Também é pela reflexão que essa história nos provoca que esse livro me conquistou (e, ao que parece, à muita gente, afinal, ganhou o Prêmio Jabuti de Literatura em 2015), mas é preciso olhar para ele com os olhos dos ratos personagens. Vendo além. O livro nos encanta pelas belíssimas ilustrações, que conversam com a gente com força e delicadeza,pelo projeto gráfico equilibrado, que nos convida a virar as páginas em busca da continuação da história. E pra quem pensa que planejar a virada de uma página de um livro é coisa simples, eu digo que, nem sempre: é como novela, se o “gancho” para o que vem a seguir não for suficientementeenvolvente, a gente não segue a história. E também não volta para ela.

Os diálogos bem construídos e a força dos personagens com certeza são um dos responsáveis pelo nosso encantamento. Esses ratos e a coruja “esperta” são tão nossos conhecidos que eu duvido que o leitor não lembre de uma ou mais pessoas que são a cara deles! Eles estão no mundo e essa é uma das graças da história.

É claro que tudo isso se deve ainda ao caráter universal do enredo, que, como explicita o autor, foi adaptado livremente de um conto de tradição oral anônimo intitulado “Os três cegos de Compiègne”. Contos de tradição oral sempre no revelam coisas importantes sobre nós mesmo e o mundo em que vivemos. Daí, no final, os editores nos chamarem atenção para outras histórias com “três” personagens,sem as quais não viveríamos: OsTrês Porquinhos, Os Três Mosqueteiros, Os Três Ursos. E é aí que reside o arremate final do porquê esse livro nos convida à leitura: escolher textos que nos remetam ao que necessitamos também é decisivo para a nossa formação leitora. Precisamos de pessoas que apostem neles e nos lembrem do quanto são necessários.

É por essas e outras razões que OS TRÊS RATOS DE CHANTILLY é daqueles livros que a gente querler de novo, e pra sempre.


editora pulo do gato direitos reservados | rua general jardim 482, conj. 22 cep 01223-010 são paulo sp | T+ 55 11 3214-0228 | pulodogato@editorapulodogato.com.br